Feed icon
Artigo

38ª Semana de Gravidez

Mais duas semanas! Falta muito pouco para que você e seu filho se vejam, finalmente. Tudo já está mais ou menos preparado para isso.

2mins
para ler Fev 5, 2019

Desenvolvimento do feto na 38ª Semana de Gravidez

Seu filho, em breve, fará sua entrada triunfal no mundo. O sistema respiratório se prepara para trabalhar de forma independente, ainda que os pulmões continuem a se desenvolver depois do nascimento e os brônquios se dividam seis vezes mais. O cérebro será o órgão menos desenvolvido à época do nascimento, mas vai amadurecer continuamente até os 18 ou 20 anos de idade. Os circuitos se construirão como os de um computador - o que é o cérebro senão um computador natural? - fazendo o cérebro se fortalecer à medida que recebe informações, e a “cereja do bolo” será representada pelas emoções. É isso que torna cada indivíduo totalmente único, com as próprias capacidades de entendimento e de lidar com as situações. E um sistema de raciocínio que se desenvolve gradualmente com a idade. E seu filho não é exceção a essa regra.

Mudanças no corpo na 38ª Semana de Gravidez

Estamos certos de que você imagina muitas vezes o que acontecerá quando chegar ao hospital ou à maternidade. Dependendo de quanto tempo falta para o nascimento, você será acomodada num quarto ou na sala de parto, ligada a um equipamento de monitoração. Seu parceiro terá de se higienizar bem e entrará com você. O anestesista lhe dará explicações sobre a anestesia epidural (no caso de ser essa a opção). Não se esqueça de viver ao máximo e partilhar esse momento mágico com seu parceiro. A chegada desse novo ser, para o qual ambos serão as pessoas mais importantes do mundo, é muito especial. Desfrute essa experiência. Já o pai poderá ter inúmeras emoções, e talvez o temor de se sentir inútil. Lembre-lhe que a criança vai nascer graças ao amor que partilham. Talvez você tenha de ensinar a ele alguns exercícios de respiração!

Conselhos às gestantes na 38ª Semana de Gravidez

As cesarianas são bastante comuns, por diversos motivos. Se a criança ainda não se colocou na posição de parto, o médico perguntará se você gostaria que ela nascesse por meio de uma cesariana. Isso, na realidade, não é tão dramático: hoje em dia, a cesariana é uma operação rotineira. A anestesia epidural tem efeito apenas na região pélvica, assim você se manterá desperta e consciente durante todo o processo do nascimento de seu filho. Além disso, a maioria dos hospitais permite que o pai permaneça ao lado da futura mamãe.