CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

CSS - BabyandMe POPIN

CSS - Benefits

CSS - Nutritional-Program

CSS GERAL MUCILON PRODUCTS

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X
mãe e filho

5 frases que não se deve falar para crianças e como substituí-las

Veja como substituir frases que podem magoar seus filhos 

Quinta-feira, Dezembro 10th, 2020

Sempre escutamos que as palavras têm muito poder. E é verdade. Quando envolve crianças, as palavras ganham um peso ainda maior. Muitas vezes, quando elas experimentam sentimentos que não sabem como verbalizar, as crianças “explodem” e podem agir de maneira temperamental, agressiva e tirar os pais do sério. É muito fácil reproduzir frases que escutamos a vida inteira e que achamos que elas são eficazes durante esses momento de descontrole infantil, mas sabia que elas podem agravar a situação? Para te ajudar, listamos algumas frases conhecidas - e que não são indicadas para serem usadas como os pequenos - e como você pode substituí-las.

5 frases para não usar enquanto tenta acalmar os seus filhos

1. “Não pode bater!”

Conforme o seu filho cresce, ele experimenta diferentes sentimentos que ainda não desconhecidos e ele não sabe como lidar. Nesse momento, é importante ajudar o seu filho a nomear o sentimento e acalmá-lo. Tente usar a seguinte frase: “Eu sei que está - frustrado, com raiva, triste -, mas não pode fazer isso. Vamos nos acalmar e buscar uma solução, juntos!”

2. “Vou esconder o seu brinquedo!”

Muitas vezes, a punição não é bem aceita pela criança e, ainda mais frustrada, ela pode demorar a se recompor - e muitas vezes sem nem entender como isso aconteceu. No lugar disso, use a frase: “Vamos sentar aqui por alguns minutos enquanto você se acalma”

3. “Pare de gritar!”

As crianças gritam para chamar a atenção dos pais ou porque não sabem como agir diante um sentimento exacerbado, seja de frustração ou até mesmo de alegria. Muitas vezes, só precisamos ajudar a criança a equilibrar a respiração. Para isso, chame ela para brincar respirar com você e guie a respiração dela. Que tal substituir o “Pare de gritar” por “Senta do meu lado e vamos brincar de respirar igual? Você imita a minha respiração?”

4. “Come tudo agora ou vai ficar com fome”

Obrigar a criança a comer tudo o que está no prato muitas vezes acaba causando transtornos ainda maiores. Em vez de obrigar a criança a comer, pergunte como a comida pode ficar mais gostosa, o que ela quer comer. Assim, você transfere a responsabilidade para a criança e ela vai ter mais disponibilidade em se alimentar. Experimente a seguinte frase: “O que você comer hoje?” ou “Vamos experimentar tal comida? Se você não gostar, tudo bem”

5. “Para de fazer escândalo na frente dos outros! Estou com vergonha!”

Que mãe/pai nunca passou pela situação que o seu filho se descontrola na frente de outras pessoas? Muitas vezes, o gatilho é fome, ter sido contrariado e até mesmo cansaço. Em vez de chamar a atenção na frente das outras pessoas, chame ele para um lugar mais reservado e fique junto até ele se acalmar. Use as frases: “Eu entendo que você está irritado, vamos ali respirar melhor até você se acalmar”.

”banner
 
 
 
 
 
 
”banner

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
avatar
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.