CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

CSS - BabyandMe POPIN

CSS - Benefits

CSS - Nutritional-Program

CSS GERAL MUCILON PRODUCTS

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X
Criança na piscina

8 dicas de segurança para as crianças na praia ou na piscina

Segurança nunca é demais! Veja 8 dicas de segurança em piscinas e praias 

terça-feira, Novembro 24th, 2020

Verão chegando e não dá para ficar com as crianças em casa, não e mesmo? O melhor programa para os pequenos nos dias ensolarados é um banho de mar ou piscina com muita brincadeira! Porém, o que pode parecer muito simples acaba se tornando uma grande dor de cabeça para os pais, afinal, o ambiente vai estar lotado e crianças exigem vigilância constante, além de serem mais propensas a riscos. Para que isso seja minimizado ao máximo e as crianças possam curtir os dias quentes com a maior segurança, nosso time planejou 8 dicas para estabelecer todos os cuidados possíveis e deixar a diversão ainda mais tranquila!

Veja as 8 dicas de segurança para as crianças na praia ou na piscina

1. Use uma pulseira de identificação

 

Como as crianças correm o risco de se perderem na praia ou em um clube, usar uma pulseira de identificação é uma das formas mais práticas de facilitar o contato com os pais. Lembre-se de utilizar um material impermeável e colocar, com uma caneta permanente, o nome da criança, o número de contato e se possível, o endereço para onde o pequeno deve ser levado.

 

2. Conheça o local com antecedência

 

Muitos dos problemas podem ser evitados se os pais e até mesmo as crianças conhecerem o local de lazer com antecedência. Saber as possíveis saídas e onde se localizar facilita a procura caso a criança se perca e também a ajuda a voltar ao ponto de partida. Por isso, procure visitar o espaço e fazer o reconhecimento antes, e se possível, leve as crianças com você.

 

3. Ensine a criança a se comunicar

 

Inúmeras vezes, quando as crianças se perdem, o desespero toma conta e elas acabam não conseguindo pedir ajuda de maneira adequada, dificultando o encontro com os pais. Previna seu filho sobre isso com antecedência, ensinando-o a se comunicar, como proceder se estiver perdido e o que falar para um adulto na hora.

 

4. Use protetor solar

 

Deu tudo certo, você e seu filho voltaram para a casa em segurança, mas ao chegar em casa… queimaduras e insolação! Ninguém merece, não é mesmo? Por isso, use e abuse do protetor solar. Lembre-se de reaplicá-lo sempre que as crianças mergulharem ou de 30 em 30 minutos para manter a proteção. Crianças possuem a pele mais sensível e são mais suscetíveis à queimaduras, por isso, todo cuidado é pouco.

 

5. Ensine os pequenos a respeitar o mar

 

O mar é algo incrível, mas pode ser traiçoeiro em algumas situações e por isso, exige respeito. Por mais que seus filhos amem a água salgada, ensine-os a respeitar o mar e reconhecer quando ele não está receptivo (ondas, ressacas etc). Também nem pense em mergulhar na praia com chuva! Além do risco de afogamento ser maior, o mar pode ser perigoso se em contato com raios.

 

6. Tenham um ponto de encontro

 

Outra coisa que facilita bastante se a criança se perder é ter um ponto de encontro previamente combinado. Escolham um local bastante visível, como um arranha-céu, um hotel ou a porta de um restaurante, ou até mesmo do lado do salva-vidas, que costuma ficar destacado na praia.

 

7. Não tenha vergonha das boias

 

Se seu filho não sabe nadar, ou ainda não se sente completamente seguro para se aventurar na água, não tenha vergonha de lançar mão das boias, que podem ser de braço ou de cintura, dependendo da criança. Brinquedos infláveis, como colchões, coletes e bichinhos também podem ser muito úteis para evitar que os pequenos se afoguem.

 

8. Prenda os cabelos

 

O rabo de cavalo ou os cabelos soltos podem ficar uma graça nos pequenos de cabeleira grande, mas são um risco na piscina, pois podem ser sugados pelo ralo a qualquer momento e causar acidentes e situações indesejáveis. Por isso, um coque ou touca é sempre a melhor opção.

 

9. Evite aglomerações

 

Não só pela epidemia do coronavírus, como também pela facilidade em ficar de olho nos pequenos, é essencial frequentar locais mais vazios e sem aglomerações de pessoas e tumulto.

”banner

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
avatar
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.