MyFeed Personalized Content
Gravidez
Artigo
Add this post to favorites

4ª Semana de Gravidez

0
0 reviews

Você está grávida há quase um mês! Neste momento muitas coisas já acontecem em seu corpo.

4mins para ler Fev 5, 2019

Desenvolvimento do bebê na 4ª Semana de Gravidez

Seu futuro bebê está se preparando para fazer uma longa viagem. O óvulo já se instalou no útero, o líquido amniótico e a placenta estão em formação. E esse óvulo, agora fecundado, atinge o impressionante tamanho de 0,2 milímetros de diâmetro! 

As quatro semanas de gravidez também são um marco importante no desenvolvimento embrionário: é o início da chamada organogênese. Muitos dos órgãos e funções internas, como a irrigação sanguínea, começam a surgir. No final da quarta semana, a criança em formação, parece um diminuto ponto flutuante no líquido amniótico. A circulação fetoplacentária já se formou e está ativa. É surpreendente que, desde a concepção, seu peso já se multiplicou 10.000 vezes!  E olha que o desenvolvimento do feto apenas começou.

Mudanças no corpo na 4ª Semana de Gravidez


Seis semanas se passaram desde a última menstruação.

Você está agora na quarta semana de gravidez, e as mudanças de seu corpo são mais visíveis. Um maravilhoso princípio de vida já se converteu em um ponto, e a célula original se dividiu centenas de vezes. Deslocou-se da tuba uterina para o útero. Depois de encontrar um nicho confortável, ali criou sua base de implantação. Nesse momento, grande quantidade de hormônios foi liberada. Eles são essenciais, pois asseguram tudo o que é necessário para o crescimento do feto. Esses hormônios impedirão a menstruação enquanto você estiver grávida, além de intervir na formação da placenta.

Para que serve a placenta?

Ela fornece oxigênio e nutrientes à criança e constitui uma proteção contra muitos germes e agentes contaminantes. Mas isso não é tudo. Se você ainda não deixou de fumar, agora é a hora. E isso também se aplica ao futuro pai.

O que comer e o que não comer na 4ª Semana de Gravidez

Todos afirmam que “é preciso comer de forma saudável” durante a gravidez, mas isso às vezes pode parecer um verdadeiro desafio e uma exigência nada simples de atender. A regra de ouro é priorizar e insistir na qualidade, o que ajudará você a adotar bons hábitos desde as fases iniciais da gravidez. Procure também dedicar um cuidado especial à preparação dos alimentos para evitar qualquer risco de intoxicação tanto para você quanto para seu bebê. Quando já tiver aprendido o que deve e o que não deve comer, recomendamos que cozinhe bem as carnes: estão proibidos os bifes tártaros e as carnes mal passadas.

Antes de cozinhar, lave sempre bem as mãos, principalmente se cuidar das plantas ou alimentar os animais de estimação. Certifique-se também de lavar corretamente frutas e verduras. Se tiver tempo de limpar com frequência a geladeira, usando água, sabão e desinfetantes - como água sanitária, não hesite. Evite as sobras de comida, já que costumam ser campo de cultura das bactérias. Procurar um nutricionista pode ajuda-la a se alimentar bem nesta fase.

Conselhos às gestantes na 4ª Semana de Gravidez

Um dos conselhos mais comuns às grávidas de quatro semanas é a ingestão de suplementos vitamínicos e minerais durante a gestação. Mas será que essa é uma boa ideia? Tende a ser consenso na comunidade médica que, de modo geral, uma dieta equilibrada pode suprir as necessidades vitamínicas e minerais. Na prática, as mulheres acabam por seguir uma dieta pouco equilibrada. Durante a gravidez, contudo, elas precisam de um consumo mais elevado de ferro, cálcio, vitamina D e ácido fólico. A ingestão de suplementos vitamínicos pode ajudar a suprir algumas carências, mas, como ocorre com qualquer outro medicamento, é necessário consultar o médico antes de tomar suplementos durante a gravidez. Ele poderá receitar o suplemento mais adequado ao seu caso.

Atenção: evite automedicar-se!

Você já foi ao ginecologista, certo? O mais aconselhável é fazer a primeira consulta antes do final do terceiro mês. O médico pedirá exames de sangue durante a fase inicial da gravidez e programará a primeira ultrassonografia por volta da 12ª semana.