MyFeed Personalized Content
1 a 3 anos
Artigo
Add this post to favorites

Autonomia infantil: com que idade a criança começa a se vestir, calçar os sapatos e realizar outras atividades sozinha?

0
0 reviews

A autonomia infantil é essencial para que a autoestima, a autoconfiança e a segurança sejam desenvolvidas.

2mins para ler Out 6, 2021

Na criação dos filhos, a independência e a autonomia são prioridades na educação. Criar os pequenos para serem capazes de realizar atividades de sua própria rotina é benéfico e importante para as crianças. A autonomia infantil é essencial para que a autoestima, a autoconfiança e a segurança sejam desenvolvidas, tornando as crianças mais saudáveis e felizes, além de menos dependentes dos pais e responsáveis. Ao contrário do que possa parecer, pequenas ações como amarrar os próprios tênis ou tomar banho sozinho podem ser muito significativas e fundamentais para o crescimento dos pequenos. Mas como saber a idade certa para estimulá-los a fazer suas próprias atividades?

Até 3 anos: guardar os brinquedos e calçar os sapatos

É importante cobrar da criança apenas uma atividade referente à prontidão que a sua faixa etária apresenta. Até os três anos de idade, por exemplo, você pode incentivá-lo a guardar a própria bagunça dos brinquedos, comer sozinho (com supervisão, é claro) e arrumar a cama. Ele também pode calçar os próprios sapatos se eles forem sem cadarço, por exemplo.

De 4 a 5 anos: ir ao banheiro sozinho e ajudar nas tarefas domésticas

Um pouco mais crescida, a criança nessa faixa etária já pode subir alguns degraus a mais na autonomia, como ir ao banheiro sozinho, tomar banho e colocar as próprias roupas. Escovar os dentes sem auxílio e arrumar a própria mochila para ir para a escola também são tarefas possíveis para a criança nessa idade. Ela também pode começar a ajudar nas tarefas de casa com atitudes simples, como tirar o lixo e separar roupas para lavar.

5 a 7 anos: independência doméstica

Nessa idade, a criança já consegue ter autonomia suficiente para se movimentar com autonomia dentro de casa e ajudar em mais tarefas domésticas, como ajudar a lavar a louça, varrer alguns cômodos, e passar pano nos pisos. Ela também pode te ajudar a cozinhar, aumentando a interação da criança com a própria alimentação. Lembre-se de que nessa faixa etária, a criança já está em pleno processo de alfabetização e, por isso, o hábito de ler e escrever deve ser levado em consideração na hora da autonomia.

Vale lembrar que cada rotina familiar é única e não devemos dar mais responsabilidade do que a criança é capaz de ter. Além disso, determinadas funções necessitam da supervisão de um adulto e talvez precisem ser adaptadas para as crianças. Também é essencial ter cuidados com acidentes domésticos e evitar o contato com fogo, objetos de vidro, facas e produtos químicos.