0 a 6 meses
Artigo
Add this post to favorites

Corpo pós-parto: como se sentir confortável por dentro e por fora

0
0 avaliações

Uma diminuição da confiança corporal após ter um bebê afeta muitas mães. Porém, entender as suas mudanças corporais, alterar suas expectativas e cuidar de si mesmo pode ajudar.

6mins para ler Jul 4, 2022

Saiba como entender suas mudanças corporais pós-parto

Ter um bebê traz grandes mudanças, dentre as quais estão as transformações em seu corpo durante e após a gravidez. Algumas dessas podem ser curtas e outras podem durar mais. Na verdade, você provavelmente irá perceber que seu corpo pós-parto nunca voltará a ser como era antes de engravidar. Todos são diferentes, mas uma coisa é verdade: seu corpo alcançou algo notável ao carregar e dar à luz seu bebê. Isso é algo para se orgulhar! Saiba mais sobre o que pode estar acontecendo com o seu corpo pós-parto, e o que pode te ajudar a se sentir bem com o nosso guia prático.

 

1. Entendendo as mudanças no corpo após a gravidez. É normal se sentir despreparada ou sobrecarregada pelas formas como o seu corpo muda ao ter um bebê. Algumas mudanças, como estrias ou um peso extra, podem ter começado durante a gravidez. Outras, como inchaço, hematomas e sensibilidade, podem surgir em decorrência de seu trabalho de parto. E há ainda algumas mudanças, como o aumento dos seios devido à produção de leite, que são resultado das mudanças no corpo após o nascimento do bebê. Se você está preocupada ou tem dúvidas a respeito do seu corpo pós-parto, fale com seu profissional de saúde para obter suporte. Às vezes, apenas entender por que algo está acontecendo com nosso corpo já pode ajudar a aceitá-lo mais facilmente.

2. Recuperação nas primeiras 6 semanas pós-parto. Muitas coisas estão acontecendo fisicamente nos primeiros dias e semanas depois do nascimento do bebê. Seu corpo passou por diversas situações durante a gravidez, e agora ele está apenas se ajustando novamente. Você pode se sentir dolorida em decorrência do parto, além de ter cólicas à medida que seu útero se contrai de volta ao seu tamanho anterior (muitas mães também experimentam alguns retos de diástase, os quais se configuram como a separação dos músculos do estômago). Você pode apresentar sangramento vaginal e outros problemas comuns, como hemorroida e fraqueza do assoalho pélvico. Seus seios podem se alterar em tamanho e aparência, e você pode começar a perder, naturalmente, uma parte do peso extra que você ganhou ao longo da gravidez, principalmente se você estiver amamentando. Estudos mostram que a amamentação pode te ajudar a perder peso, e as mães que amamentam precisam de cerca de 400 ou 500 calorias extras por dia. A chave de tudo é ter calma. Não se apresse em tentar perder peso. Ao invés disso, tenha uma dieta saudável e rica em nutrientes, que será benéfica para você e para seu bebê (caso esteja amamentando). Para saber mais a respeito de uma dieta de amamentação saudável, confira o nosso guia do que comer quando você está amamentado. No topo das mudanças físicas, terão muitas atividades hormonais também, as quais podem te causar um suadouro noturno, alterações de humor e queda de cabelo. Lembre-se, seu corpo pós-parto precisa de tempo para se recuperar depois de carregar e dar à luz a um bebê. Muitas dessas mudanças iniciais serão menos drásticas e mais fáceis de administrar por volta da 6ª semana após o parto. Tenha bons cuidados pós-parto para seus exames. E se você tiver alguma dúvida, fale com seu profissional de saúde.

3. Seu corpo após dar à luz: 6 semanas a 6 meses. Algumas das mudanças iniciais podem ter amenizado ou passado, mas algumas não. Outras podem estar ainda por vir. Se você está amamentando, pode não ver seus ciclos menstruais voltarem por algum tempo. A vida como uma nova mãe pode te fazer sentir cansada. E você pode ter dores e incômodos por carregar seu bebê ou por alimentá-lo em posições desconfortáveis. A perda de peso pode continuar durante a amamentação (apenas 5 dias de amamentação podem queimar a mesma quantidade de calorias que você precisaria para correr uma maratona!) e quando você assume a postura de uma mãe ativa – lembrando que isso pode não acontecer na mesma velocidade para todas as mulheres. Também é bastante normal que, em um nível emocional, você sinta que o seu corpo é apenas para o bebê. Você pode não sentir vontade de fazer sexo, ou o sexo pode parecer desconfortável. Sentir-se frustrado ou desanimado com alguns aspectos do seu corpo pós-parto também é comum. Mas lembre-se, demoram 9 meses para seu corpo gerar um bebê, e você ainda está se ajustando ao seu novo papel como mãe. Portanto, pode ser útil mudar suas expectativas em torno de como seu corpo deve parecer e como você deve se sentir neste momento. Esperamos que você esteja se sentindo mais forte. E isso significa que você deve ser capaz de voltar a se exercitar, o que irá ajudá-la a parecer e a se sentir bem.

4. Seu corpo depois do bebê: 1 ano. Agora, você pode estar se sentindo como sua “antiga versão”, com apenas algumas mudanças corporais mais duradouras ou permanentes após a gravidez. Seu peso pode não ser exatamente o mesmo, ou ele pode estar distribuído de uma nova forma. Se você tiver cicatrizes decorrentes do parto, é possível que a região fique dormente ou desconfortável. Por outro lado, seu corpo após o bebê ainda pode parecer bem diferente do seu antigo, dependendo das mudanças pelas quais você passou ou se você estiver achando a vida como mãe bastante desafiadora. Se você está atravessando algum problema relacionado à gravidez ou ao nascimento, não o ignore. Procurar os cuidados pós-parto e obter tratamento oportuno a ajudará a se sentir melhor e possivelmente ajudará a evitar complicações futuras.

5. Como ter confiança em seu corpo como uma nova mãe, por dentro e por fora. Ter confiança em seu corpo tem muita relação com sua mentalidade. Portanto, respeitar e aceitar a “nova você”, física e emocionalmente, é um grande passo para se sentir bem. Independente da fase que você esteja com o seu corpo pós-parto, tente não se comparar com os outros. Essas celebridades que você vê se recuperando poucas semanas e meses após ter um bebê, normalmente, têm “personal trainers”, chefes de cozinha, e todo um time de pessoas para auxiliá-las cujas funções estão relacionadas com preservar a sua imagem. Ao invés disso, cuide de si mesma comendo de forma saudável (talvez tomar um suplemento para complementar sua dieta pode ser uma boa ideia, mediante orientação médica) e tirando um tempo para coisas que fazem bem para seu corpo, seja praticar atividades físicas, dormir e outras opções. Dê prioridade para a sua saúde física, desde comparecer a uma assistência pós-natal, até consultas regulares de fisioterapia, caso seja necessário. E se você está tendo problemas para se adaptar à sua experiência de gravidez ou de parto, vida como mãe ou mudanças em seu corpo, procure apoio para sua saúde mental também. Leia o nosso artigo sobre como lidar com Baby Blues para mais dicas. Por fim, não se esqueça de confiar na sua rede de apoio de familiares, amigos e outras mães que tiveram as mesmas experiências. Eles podem aliviar a carga para que você possa cuidar de suas próprias necessidades ou apenas escutá-la quando for preciso.

 

As orientações acima não substituem uma consulta médica. Não deixe de consultar seu profissional de saúde para obter orientações individualizadas.

rating review icon
Avaliações recentes

Média das avaliações

0
0
0 avaliações

Avaliações do momento

  • 5 star
    0
  • 4 star
    0
  • 3 star
    0
  • 2 star
    0
  • 1 star
    0

Adicione uma nova avaliação