MyFeed Personalized Content
1 a 3 anos
Artigo
Add this post to favorites

Alimentação do meu bebê a partir de 1 ano

0
0 reviews

A partir de 1 ano, as refeições do seu filho devem ser similares às consumidas pela família. Saiba mais!

3mins para ler Jul 16, 2019

Mesmo que seu bebê já tenha completado 1 ano, ainda podem surgir dúvidas como: De quanto em quanto tempo devo oferecer comida a ele? Quais alimentos posso oferecer? Qual a consistência ideal?

Primeiramente, você deve saber que não somente a quantidade, mas a qualidade é importante durante esse período, no qual ele ainda está se acostumando com novos sabores. Então, veja o que é importante nesta fase.

A partir de 1 ano, as refeições do seu filho devem ser similares às consumidas pela família. Uma variedade de alimentos, sabores, texturas e consistência devem ser oferecidos, pois estimulam a mastigação, o paladar e ajuda a criança a aceitar melhor os alimentos.1

O esquema alimentar deve ser composto por 5 ou 6 refeições diárias, com horários regulares e intervalos de 2 a 3 horas, para ajudar na digestão dos alimentos e no desenvolvimento da autorregulação alimentar.2,3

Nas refeições principais (almoço e jantar) todos os tipos de carnes e ovos, leguminosas (como feijão, ervilha), cereais e tubérculos (exemplo batata, mandioquinha) podem ser oferecidos, assim como deve se estimular o consumo de uma variedade de frutas, verduras e legumes.3

E em refeições como café da manhã e lanches, deve ser mantida a variedade dos alimentos, textura e sabores, sendo recomendado uma oferta mínima de cereais, lácteos e frutas.

O tamanho das porções de alimentos e preparações deve ser ajustado ao grau de aceitação da criança e por isso, é importante a orientação do pediatra ou nutricionista.3

O sal de adição já é liberado nos alimentos nesta fase, porém o excesso deve ser evitado, inclusive pelos pais. Temperos como cebola, tomate e ervas frescas podem ser usados para realçar o sabor dos alimentos. Recomenda-se não consumir açúcar de nenhum tipo (refinado, cristal, mascavo, mel, melado, rapadura, etc) até os 2 anos de idade.2,3

Os alimentos sólidos devem ser oferecidos no prato com auxilio de utensílio adequado (colher pequena, estreita e rasa). Os líquidos devem ser oferecidos entre as refeições em copos ou xícara, de preferência de material inquebrável.

Nesta fase, inicia-se o treinamento da criança para o uso de talheres e copos, estimulando sua coordenação e à destreza, sendo um importante estimulo a sua autonomia alimentar.

Incentivar uma alimentação variada, equilibrada e saudável, em quantidade e qualidade, contribui para a saúde de seu filho.

Conte-nos: quais os alimentos que seu bebê tem experimentado nessa fase?

As dicas não substituem uma consulta médica ou do nutricionista. Não deixe de consultar o pediatra ou o nutricionista de seu filho para obter orientações individualizadas.

Referências

  • 1. Sociedade Brasileira de Pediatria. Manual de Alimentação. 4ª ed. 2018.

  • 2. Ministério da Saúde. Guia Alimentar para crianças menores de 2 anos. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Departamento de Promoção da Saúde. Brasília: 2019.

  • 3. Sociedade Brasileira de Pediatria. Manual de Orientação – Obesidade na infância e adolescência. 3ª ed. 2019.