MyFeed Personalized Content
1 a 3 anos
Artigo
Add this post to favorites

Prisão de ventre e cólica, por que acontece?

0
0 reviews

Palavra de Especialista

2mins para ler Por Dra. Marina Rocha Azevedo , Pediatra e Neonatologista Jul 15, 2016

Veja o quais são as causas da prisão de ventre e da cólica

O nosso intestino começa a funcionar logo que nascemos. Mesmo antes que o bebê se alimente ele já produz as primeiras fezes que são chamadas de mecônio e tem coloração e cheiros específicos. O mecônio é formado pelos restos da formação do nosso intestino. Com o inicio da alimentação essas fezes vão mudando de aspecto e se tornam bastante amolecidas e de um amarelo bem vibrante.

Quando ingerimos um alimento ele é transportado através do nosso sistema digestivo pelas contrações intestinais involuntárias que chamamos de peristaltismo. Ele ocorre em ondas de contrações musculares e essas contrações podem causar desconforto gerando as famosas e temidas cólicas.

Será que existiria uma forma de minimizar estas contrações? Com a alimentação, não. E a diminuição das contrações não traz nenhum benefício à saúde do bebê. As fezes precisam ser eliminadas regularmente para permitir um ambiente intestinal saudável. As cólicas não são induzidas por nenhum tipo de alimento específico e não significam doença, portanto, não podem ser tratadas.

Sempre que modificamos a alimentação do bebê, o intestino leva um tempo para se habituar à nova realidade e pode provocar uma retenção momentânea de fezes.

Nesse momento não adianta mudar a alimentação. Após alguns dias o organismo vai se adaptando a nova realidade e se organizando diante da sua nova função.

Para diminuir o desconforto digestivo, muito comum nessas horas, é importante manter uma alimentação saudável e regular e oferecer sempre água nos intervalos das refeições.

Em caso de dúvidas, consulte sempre o pediatra.

Dra. Marina Rocha Azevedo

Dra. Marina Rocha Azevedo

Pediatra e Neonatologista

Pediatra e Neonatologista