Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X

Birras? Por que fazem parte do seu desenvolvimento?

Saiba como podem superar esta fase.

Quinta-feira, Julho 18th, 2019

Fique tranquila, a seguir você entenderá por que acontecem e o que você pode fazer para evitar e controlar as birras.

O momento mais temido chegou: a primeira birra do seu bebê. Sabemos que você já ouviu muitas experiências de outras mães, e leu conselhos diferentes de todos os lados; mas nos deixe dizer que assim como seu pequeno é único na hora de comer, também é no quesito comportamento. 


Não devemos esquecer que cada criança é diferente e que funciona para uns pode ser que não funcione para outros, e isso não deve ser um problema, ao contrário, são momentos que lhe permitem conhecer mais ainda seu filho, de tal forma que vai chegar o dia em que você vai saber exatamente o que fazer.
 

Por que eles fazem birra?
Seu pequeno já não é mais um bebê e começa a se expressar com algumas palavras ou expressões que te ajudam a entender o que precisa, quando diz “etc” e aponta seu dedinho polegar, está indicando que quer leite ou que tem fome. Este tipo de necessidades é fácil de entender e atender, no entanto, com as emoções as coisas funcionam diferente.

Comecemos por dizer que seu filho não sabe o que são as emoções, portanto não sabe expressá-las de forma adequada e muito menos controlá-las. As birras costumam começar entre os 12 e os 18 meses de idade, e se intensificam entre os 2 e 3 anos; uma vez passada esta idade é muito provável que saiba expressar suas emoções com palavras.
 
Então, se o seu pequeno se sente frustrado, zangado ou triste a única forma que encontra de se expressar é através dos choros, gritos e esperneio. Muitas situações podem causar estas emoções ao seu pequeno, como quando:

  • Não entendem o que você está dizendo ou perguntando
  • As pessoas não o entendem
  • Não sabe como dizer o que precisa ou sente
  • Não sabe resolver um problema por si mesmo
  • Tem fome
  • Está cansado
  • Está ansioso ou incômodo
  • Está estressado por alguma mudança no ambiente familiar
  • Tem ciúmes de outras crianças

 

O que posso fazer para evitar isso?
Vai ser muito difícil você conseguir evitar todas as birras, pois, como já vimos, é uma fase normal do seu desenvolvimento que ambos devem aprender a superar juntos. No entanto, os seguintes conselhos podem ajudar:

  • Quando seu filho apresentar alguma das emoções ensine-o como se chamam, por exemplo: “Sim, sei que você está zangado. Venha que te dou um abraço.” Assim, é mais provável que nas próximas ocasiões saiba te dizer o que sente.
  • Estabeleça limites claros, mas também não se esqueça que não é perfeito. Explique o porquê das regras e não as mude. É menos provável que as crianças com regras fixas façam birras, do que aquelas que as mudam constantemente.
  • Mantenha sua rotina diária intacta o máximo que puder, assim, ele saberá o que esperar.
  • Evite situações que possam frustrar seu pequeno, como usar brinquedos fora de sua idade.
  • Sempre carregue lanches saudáveis e adequados para crianças da sua idade, caso tenha fome e não estejam em casa.
  • Assegure-se que seu pequeno durma o suficiente durante a noite e durante as sonecas.

 

Sabemos que para você também não é fácil, então procure sempre tirar alguns segundos para respirar e tentar se acalmar antes de se aproximar do seu pequeno que está fazendo birra. Pense como tudo é uma etapa que logo passará, que você o está ajudando a moldar seu caráter e que com seu amor e abraços o superarão facilmente.
 

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

  • Aprenda sobre nutrição no seu próprio ritmo
  • Experimente ferramentas práticas, feitas sob medida
  • Obtenha a ajuda e as respostas que você precisa, sem perda de tempo

Vamos Começar!

Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.