CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

CSS - BabyandMe POPIN

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar MPI List
X
alimentacao complementar

Como começar uma alimentação complementar

Iniciar a alimentação complementar é um momento animador. Aqui estão as nossas melhores dicas do nosso nutricionista residente sobre como e quando começar a dar comida para o bebê.

Voltar

 

  • Espere até que o bebê tenha cerca de seis meses, uma vez que ele vai precisar de uma coordenação entre visão, mão e boca. Confira se o seu bebê consegue ficar sentado e segurar a cabeça firme. 
  • Se você decidir começar com comida em forma de purê, comida para comer com as mãos (também conhecida como desmame comandado pelo bebê) ou uma combinação de ambos - a variedade é fundamental para que o bebê obtenha os nutrientes necessários.  
  • Alimente o seu bebê com alimentos sólidos apenas uma vez ao dia a princípio. Aumente aos poucos a quantidade e a variedade da comida, respondendo aos sinais do bebê. 
  • Uma boa orientação é começar com cerca de 5-10 colheres de chá de comida (cerca de 30g) em uma refeição. Você pode aumentar para duas refeições por dia e até três refeições por dia.  
  • Para a primeira refeição, certifique-se de que o bebê não esteja cansado - pode levar um tempo para ele se acostumar a comer com colher, portanto, a paciência é fundamental. 
  • O seu bebê está com mais fome e mais alerta, portanto, é uma boa hora para tentar novos alimentos. 
  • Coloque o bebê sentado em uma cadeira alta sem distrações, como TV, telefone celular ou tablets. 
  • Antes, dê a ele um pouco do leite de sempre para que ele relaxe e diminua a fome. 
  • Para a primeira refeição, tente legumes em purês. Existem evidências recentes de que o desmame com legumes ajuda a estabelecer preferências alimentares saudáveis mais tarde, portanto, vamos torcer para que seja verdade! 
  • Tente introduzir um novo legume amargo por dia por uma semana, por exemplo, brócolis, beterraba ou abobrinha. Deixe a câmera a postos - você pode capturar algumas caretas divertidas. 
  • Repita este processo na segunda semana para que o bebê se acostume com legumes amargos. 
  • Lembre-se que até oito tentativas podem ser necessárias até que que o seu bebê aceite um novo sabor, portanto, não desista! 
  • Mantenha uma programação de alimentação na porta da geladeira para acompanhar o que o seu bebê tem tentado comer e com qual frequência.  
  • Tente apenas um alimento novo de cada vez. Você pode combinar sabores depois de algumas semanas, quando você souber que já são um sucesso.  
  • Elogie o bebê quando ele experimentar algo novo. 
  • A dieta de alimentação complementar do bebê deve incluir os grupos de alimentos essenciais - frutas, legumes, grãos e alimentos ricos em amido, laticínios, peixe e alimentos ricos em proteínas, e gorduras.  
  • A variedade é fundamental para garantir que o bebê receba os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento, como ferro, cálcio, vitamina C, vitamina A, vitamina D e ácidos graxos ômega 3.  
  • Vegetariana ou vegana? Certifique-se de incluir uma variedade de alimentos, como ovos, nozes ou sementes moídas, derivados de soja (tofu), cereais, leguminosas, como feijões, ervilhas, e lentilhas, para garantir que o seu filho obtenha todos os nutrientes necessários.  
  • Caso você queira oferecer uma dieta vegetariana ou vegana ao bebê, ele pode precisar de suplementos adicionais. Portanto, converse com o seu profissional de saúde para obter conselhos.  
  • Os bebês podem comer nozes a partir dos cerca de seis meses de idade, desde que estejam esmagadas ou moídas. Se o seu bebê apresentar eczema, ou se você tiver um histórico de alergias em sua família, converse antes com o seu profissional de saúde.       
  • Alimentos a serem evitados? Nozes, lichias e uvas inteiras são um risco de asfixia - certifique-se de oferecê-las cortadas. Patê, mariscos crus e queijos curados com mofo ou não pasteurizados têm um pequeno risco de intoxicação alimentar e, por isso, não são adequados para crianças com menos de dois anos de idade.  
  • Seja um bom modelo. Os bebês são curiosos, portanto, se você está gostando da comida no seu prato, é possível que eles também queiram mais.  
  • Lembre-se, com 6-8 meses de idade, dois terços das calorias do seu bebê ainda devem vir do leite materno ou fórmula. Portanto, pense mais em qualidade do que em quantidade com os alimentos que você oferece.  
  • Você pretende oferecer alimentos para comer com as mãos? Siga a nossa lista de verificação de desmame comandado pelo bebê.

 

Fontes:

https://www.smababy.co.uk/baby/feeding-guide-for-babies/ 

https://www.smababy.co.uk/baby/weaning-babies/ 

https://www.smababy.co.uk/baby/stage-1-weaning/ 

https://www.nhs.uk/start4life/weaning/getting-ready/ 

https://www.nhs.uk/start4life/weaning/what-to-feed-your-baby/around-6-months/ 

https://www.babycentre.co.uk/a546665/preparing-first-foods 

https://www.nhs.uk/conditions/pregnancy-and-baby/foods-to-avoid-giving-babies-and-young-children/ 

Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.