Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X
criança feliz

Criança feliz: 8 dicas de como educar uma criança sem traumas e alegre

Veja dicas de como dar ao seu filho uma infância feliz e sem traumas 

Sexta-feira, Junho 19th, 2020

Saber como educar seus filhos é uma das maiores preocupações dos pais. Todos querem que o filho seja uma criança feliz e cresça sem traumas. Hoje em dia, com o vasto acesso a informações, somos bombardeados com fórmulas mágicas e que prometem milagres na criação do seu filho, mas não se engane, não existe milagre. Quando se trata da educação de uma criança, muitas variáveis devem ser levadas em consideração, como a personalidade e o ambiente, por exemplo. No entanto, existem algumas dicas que podem te ajudar a criar uma criança alegre, sem traumas e com um futuro promissor. Veja abaixo:

8 dicas de como educar uma criança feliz

1. Seja presente e tenha tempo de qualidade com seus filhos

Você já deve ter escutado que o maior presente de uma criança é ter os pais presentes, não é mesmo? E é verdade. A criança pode até gostar de receber presentes materiais, mas o que ela vai levar para a vida inteira são as memórias de momentos alegres com os pais, como uma manhã na praia, uma tarde no parque e até mesmo uma ajuda para preparar o almoço de família em um domingo. Sabemos que nem sempre é possível a presença integral, mas quando estiver com o seu filho, busque ter tempo de qualidade e esteja de fato presente. Essas lembranças são muito importantes na criação e no desenvolvimento infantil;

2. Pratique a comunicação não-violenta

O princípio básico da comunicação não-violenta é o respeito, atenção, empatia e segurança emocional por meio da linguagem. Os benefícios da CNV incluem: reforçar a autoestima e relação de confiança entre pais e filhos. Esses são alguns pontos que vão ajudar o seu filho a crescer felizes e sem traumas;

3. Trabalhe a inteligência emocional

A inteligência emocional é uma habilidade que pode e deve ser trabalhada desde a infância. Não pense que uma criança feliz é aquela que só vivencia a felicidade e não conhece ou não tem sentimentos como tristeza e raiva reprimidos, por exemplo. A criança com inteligência emocional conhece todos os sentimentos, sabe nomeá-los e como voltar ao estado desejado. Ou seja, ao receber um “não” dos pais, ela vai se sentir frustrada, consegue verbalizar ou colocar para fora de outra maneira, através de desenhos, por exemplo, e vai saber como drenar esse sentimento para que a alegria volte;

4. Estimule o contato com a natureza

Respirar ar puro, entrar em conexão com a natureza e aproveitar algumas horas (e até mesmo minutos) para relaxar na sombra de uma árvore são experiências não só sensoriais, mas também de interação entre pais e filhos;

5. Auxilie o desenvolvimento infantil através de brincadeira

Estímulos dos pais e responsáveis são essenciais para o desenvolvimento infantil e nada melhor que fazer isso de forma leve e divertida para as crianças. Além disso, é preciso respeitar o tempo de cada uma e não pular etapas para “apressar” ou “não ficar para trás”;

6. Estimule a criatividade do seu filho

Histórias infantis e mundos inventados fazem parte da infância de todas as gerações. A criatividade deve ser estimulada, inclusive, para auxiliar o desenvolvimento cognitivo do seu filho. Crie novas brincadeiras, entre no clima das imaginações dele e evite ao máximo cortar esses momentos de criação dele (mesmo que muitas vezes ela se manifeste como pinturas na parede);

7. Não faça comparações

Cada criança é única e tem particularidades em vários aspectos. Umas vão falar mais cedo do que outras, outras vão andar, aprender a escrever e a desfraldar antes, por exemplo. Nunca compare o seu filho com outras crianças, mesmo que seja sobre comportamento e até mesmo características físicas. Em casos de irmãos, isso cria um clima de rivalidade, que não é saudável e pode causar angústia e tristeza nos pequenos;

8. Valorize os talentos do seu filho

A pluralidade de cada indivíduo passa também pelos talentos. O seu filho pode ter habilidades musicais, manuais, matemáticas ou voltadas para a tecnologia. Nunca recrimine as paixões dele e busque sempre incentivar os talentos únicos que cada criança tem.

”banner_supreme”target="_blank"

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

  • Aprenda sobre nutrição no seu próprio ritmo
  • Experimente ferramentas práticas, feitas sob medida
  • Obtenha a ajuda e as respostas que você precisa, sem perda de tempo

Vamos Começar!

Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.