Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X

Desmame: Como e quando fazê-lo?

Saiba tudo sobre o desmame e a Alimentação Complementar

segunda-feira, Julho 15th, 2019

Somente uma mãe e seu bebê sabem quando é o momento de iniciar o desmame e começar a Alimentação Complementar. Contamos aqui tudo o que deve levar em conta nesta etapa.

Um dos momentos que geram mais dúvidas quando você é mãe de primeira viagem é o desmame. Quando? Como? A quem peço ajuda? Estou fazendo direito? Contamos aqui os pontos mais importantes deste processo.



O que é o desmame?

O desmame começa quando, além do Leite Materno, você começa a incluir outros alimentos ao seu bebê. Estes alimentos complementares vão substituindo aos poucos o Leite Materno, até finalmente fazer por completo.



Quando é recomendado iniciar o desmame?

O desmame pode acontecer naturalmente à medida que a alimentação complementar ganha terreno a partir dos 6 meses. Chega um momento em que o bebê prefere as papinhas ou outro tipo de comida e perde o interesse em mamar no peito. Se esse é o seu caso, perceberá facilmente. 
 
Sua decisão como mãe geralmente vem com suas outras responsabilidades, como por exemplo, o horário de trabalho.
 
A Organização Mundial da Saúde recomenda amamentar até os 2 anos, mas cada mãe é quem decide até quando deseja e pode amamentar.
 

Dicas para iniciar o processo: 

  • Pule mamadas e ofereça outras opções.
  • Encurte o tempo de cada mamada. 
  • Distraia-o quando ele pedir leite. Quando sentir fome novamente ele aceitará outro alimento com mais facilidade.
  • Para algumas mães ajuda quando outro familiar oferece algum outro alimento ou leite, na hora que normalmente você amamentava. 

 



Como oferecer alimentos complementares?

Um dos pontos chave do desmame é como começar a alimentação complementar. Você pode iniciá-la a partir dos 6 meses e o ideal é ir fazendo aos poucos, sem deixar de amamentar completamente. 

Aos pouquinhos vai acrescentando cada vez mais alimentos nutritivos complementares, ao mesmo tempo vai dando menos peito.


6 meses
•    Textura: purê ou papinha extra suave
•    Inclua: frutas, verduras, cereais, carnes (escolha somente uma e evite beterraba ou espinafre)



7-8 meses
•    Textura: purê, picado pequeno, amassado
•    Inclua: leguminosas 



8-12 meses
•    Textura: pedaços pequenos
•    Inclua: derivados do leite, ovo e peixe



Aos 12 meses já pode incluir o seu bebê à mesa familiar. O que significa isso? Que ele está pronto para comer o mesmo que toda a família come, em porções de acordo com seu estômago, claro, não se esqueça que ele se sacia muito rápido.
 
É importante que, ainda que já coma de tudo, continue tomando leite. Se já não puder amamentar, procure substituir por leites de crescimento. Seu sistema digestivo ainda não se desenvolveu 100% e ainda não pode processar o leite de vaca.
 

Receba mais conselhos sobre alimentação para o seu bebê. 
Cadastre-se e faça parte da comunidade!

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

  • Aprenda sobre nutrição no seu próprio ritmo
  • Experimente ferramentas práticas, feitas sob medida
  • Obtenha a ajuda e as respostas que você precisa, sem perda de tempo

Vamos Começar!

Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.