CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

CSS - BabyandMe POPIN

CSS - Benefits

CSS - Nutritional-Program

CSS GERAL MUCILON PRODUCTS

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar eLearn Article
X
Grávida com dúvidas sobre diabetes gestacional

10 perguntas essenciais sobre a diabetes gestacional respondidas

10 perguntas essenciais sobre a diabetes gestacional, respondidas

Veja dicas para evitar a diabete gestacional

P: O que é a diabetes gestacional?

R: Se está grávida, nunca teve diabetes antes e está com um nível de glicose no sangue (açúcar) elevado (normalmente no segundo e terceiro trimestres), tem o que se chama diabetes gestacional. A insulina, um hormônio que o seu corpo produz, deixa de fazer o suficiente para levar a glicose do seu sangue para as células, onde pode fornecer energia. A maioria das mulheres com diabetes gestacional deixam de ter diabetes assim que o seu bebê nasce. Por esta razão, é pensado que a causa são hormônios relacionadas à gravidez.

 

P: Como é que as mulheres ficam com diabetes gestacional?

R: A ciência ainda não conseguiu dar uma resposta definitiva a esta pergunta. O que sabemos é que tem maiores probabilidades de desenvolver a diabetes gestacional se:

 

  • for obesa
  • tiver antecedentes na família (por exemplo, a mãe, o pai ou um irmão com diabetes)
  • já tiver uma (ou mais) criança que pesou mais de 4kg à nascença
  • teve diabetes gestacional numa gravidez anterior, ou outras complicações na gravidez
  • tiver 35 anos ou mais.

 

P: A diabetes gestacional é comum?

R: Em todo o mundo, o número de mulheres com diabetes gestacional está aumentando. Os cientistas desconhecem o motivo, mas há alguns grupos étnicos e raciais com tendência para terem taxas mais elevadas de diabetes gestacional. O aumento no número de mulheres que são obesas quando engravidam pode ser parcialmente responsável.

 

P: Posso fazer alguma coisa para reduzir as minhas hipóteses de desenvolver diabetes gestacional?

R: Sim. Apesar de alguns fatores, como a idade ou os antecedentes familiares, não dependerem de você, a boa notícia é que há passos que podem ajudar a reduzir o risco de desenvolver a diabetes gestacional.

1. Mantenha um peso saudável. Antes de engravidar, confirme que está com um peso saudável e, depois de engravidar, vigie o seu aumento de peso para se certificar que está dentro dos valores recomendados. Os melhores especialistas estão de acordo que ganhar peso peso em excesso ao longo da gravidez não é saudável para você ou para o seu bebê, e pode ter uma influência direta no peso do seu bebê quando nascer. Algumas mulheres que ganham muito peso na gravidez podem pensar que estão fazendo melhor pelos seus bebês, mas estudos revelam que ganhos de peso excessivos durante a gravidez aumentam as suas probabilidades de desenvolverem a diabetes gestacional.

2. Mantenha-se ativa. Mesmo que não fosse particularmente ativa antes da gravidez, nunca é tarde demais para considerar começar a fazer exercício enquanto está grávida. Estudos recentes demonstram que ter um estilo de vida moderadamente ativo é mais saudável para mulheres grávidas. Como sempre, se não tem a certeza do que é seguro fazer no seu caso, fale com o seu médico de cuidados de saúde.

3. Faça uma alimentação equilibrada. Pense no que coloca no seu prato, bem como em que quantidades. Comer porções adequadas dos cinco grupos alimentares (fruta, cereais, vegetais, carne/peixe e laticínios) vai fornecer todas as calorias e nutrientes que o seu corpo precisa para se preparar para a gravidez, e para a saúde do seu futuro bebê.

4. Considere tomar myo-inositol e probióticos. Estudos recentes sugerem que suplementos de myo-inositol podem ajudar a reduzir as chances de desenvolver a diabetes gestacional, especialmente se for um caso de risco elevado. Ainda não se sabe exatamente com o myo-inositol trabalha, mas alguns estudos sugerem que pode melhorar a capacidade dos tecidos (como músculos ou tecidos gordos) em absorverem a glicose do seu sangue para as células onde pode fornecer energia. O myo-inositol é encontrado naturalmente em células animais e vegetais, e está presente em muitos frutos e vegetais. Suplementos com probióticos podem ajudar a equilibrar as bactérias no seu sistema digestivo e há alguns indícios de que diferentes tipos de probióticos podem ter um papel na redução do seu risco de desenvolver a diabetes gestacional. 

 

P: Vou ser testada à diabetes gestacional?

R: Sim, a maioria dos profissionais de saúde faz um teste de triagem ao sangue de rotina, entre as 24 e 28 semanas, para fazer o exame da diabetes gestacional. A razão para ser feito nesta altura é que muitas mulheres não apresentam nenhum dos fatores de risco acima e não revelam nenhuns sintomas. Se estiver num grupo de risco, o seu profissional de saúde pode recomendar que faça o teste mais cedo.

 

P: Se desenvolver diabetes gestacional vou precisar de medicação?

R: Não necessariamente. É importante perceber que a diabetes gestacional é uma condição que pode ser gerida com sucesso, e que mudanças na sua alimentação e exercício podem ser suficientes para manter os níveis de glicose no seu sangue no lado saudável da escala. Se bem que, por vezes, também é preciso fazer medicação. O seu profissional de saúde vai poder aconselhá-la.

 

P: A diabetes gestacional vai fazer mal ao meu bebê?

R: Não se for controlada com sucesso. Quando os níveis de glicose no sangue estão controlados, a maior parte das mães e bebês conseguem se manter saudáveis. Se a diabetes gestacional não for controlada e os níveis de glicose no seu sangue se mantiverem excessivamente elevados, essa glicose adicional passa através da placenta para o seu bebê em desenvolvimento. A glicose extra no sangue do seu bebê força o seu pequeno corpo a produzir mais insulina. Esta insulina e glicose extras produzem gordura e podem fazer o bebê crescer demais, especialmente na zona do torso. A insulina adicional produzida pelo bebê pode também fazer com que tenha níveis baixos de glicose quand nascer, necessitando de atenção médica.

 

P: Mas um bebê grande não é sinal de saúde?

R: Não, isso é um equívoco muito comum. Há riscos sérios para a saúde se o bebê for grande demais. Os bebês grandes podem ter dificuldades ainda no útero, ao entrar no canal de parto, e outras complicações quando nascer. Depois de nascerem, alguns bebês maiores correm um risco alto de desenvolverem problemas respiratórios.

           

P: A diabetes gestacional pode afetar o crescimento do meu bebê?

R: Sim, é possível, se não for controlada. Se tem um nível de glicose no sangue elevado durante a gravidez, tem maiores probabilidades de ter um bebê grande. Os bebês que são considerados grandes quando nascem correm um risco maior de se tornarem crianças com excesso de peso. Por sua vez, crianças com excesso de peso enfrentam um risco maior de se tornarem obesas na idade adulta.

P: Se desenvolver diabetes gestacional, o que é que posso fazer?

R: Siga este plano em 6 passos para ajudar a controlar a sua diabetes gestacional.

 

1. Saiba o nível de glicose no seu sangue. Pergunte ao seu profissional de saúde como pode vigiar a glicose no seu sangue e quais são as variações desejáveis nos níveis de glicose no seu sangue antes de comer de manhã e depois das refeições.

 

2. Faça uma alimentação saudável. Somos todas diferentes. Por isso, fale com um nutricionista sobre a criação de um plano de refeições à sua medida, para que coma todas as calorias e nutrientes (especialmente hidratos de carbono, proteína e gordura) de que o seu corpo precisa.

 

3. Ganhe uma quantidade de peso apropriada durante a gravidez.

 

4. Continue a fazer exercício moderado, de acordo com as recomendações do seu profissional de saúde.

 

5. Tome a medicação que te prescreverem.

 

6. Não falte a nenhuma consulta para que o seu profissional de saúde possa medir e monitorizar o crescimento do seu bebê.

Do you find this article helpful?
  • Insuficiente
  • Suficiente
  • Comum
  • Boa
  • Muito bom

Become a My first 1000 Days Club Member

Motherhood comes with countless question. We are here to help you find answers and make every one of your baby's first 1000 days count.

Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.