Feed icon
Artigo

Mastite: tudo o que você precisa saber

Saiba os primeiros sintomas e como pode aliviá-la

2mins
para ler Jul 15, 2019

A mastite é a obstrução das glândulas mamárias; pode estar acompanhada de infecção, ainda que não necessariamente. Ocorre dentro das primeiras 12 semanas pós-parto, mas este problema também pode acontecer em qualquer momento da amamentação.

Mastite: conheça os principais sintomas 

  • Dor no seio
  • Endurecimento
  • Vermelhidão
  • Inchaço


Veja quais são as principais causas da mastite 

  • Fadiga
  • Estresse
  • Má alimentação
  • Rachaduras mal tratadas no mamilo
  • Extração incorreta do leite materno
  • Longos períodos sem amamentar
  • Pega incorreta do seu bebê ao mamar
  • Mamadas restritas em frequência ou duração
  • Sistema imunológico frágil
  • Pressão inadequada nos seios (sutiãs apertados ou dormir de barriga para baixo)


Como prevenir a mastite?

  • Assegure-se que seu filho tenha uma boa pega ao ser amamentado
  • Se durante o dia não tiver possibilidade de amamentar o seu bebê, extraia o seu leite regularmente
  • Ofereça o peito ao seu bebê com frequência
  • Certifique-se que seu filho sugue todo o leite de um peito, antes de oferecer o outro
  • Não espero que seus peitos fiquem cheios para oferecê-los ao seu bebê, ou extraí-lo.
  • Evite a pressão excessiva em seus seios, preste atenção para usar sutiã adequado.


Qual é o tratamento mais indicado para a mastite?

  • Evite a pressão nos seios;
  • Faça uma leve massagem;
  • Se for possível, ofereça o peito ao seu bebê a cada duas horas, e tente que ele o esvazie; caso contrário, extraia seu leite suavemente;
  • Descansar, beber líquidos suficientemente, manter uma dieta saudável e tomar um multivitamínico especial. 


Diante dos primeiros sintomas de mastite, é recomendável aumentar a frequência das mamadas durante as primeiras 24 horas; é provável que seja um pouco doloroso, mas você deve saber que é importante não abandonar a amamentação, já que com sua ajuda, será mais rápido e simples aliviar a dor.
 
Se os incômodos persistirem por mais de 24 horas, consulte seu médico da saúde para resolver o problema o mais breve possível; lembre-se que cuidar dos seus seios é importante para o seu bem-estar e o de seu bebê.