CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

CSS - BabyandMe POPIN

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X

O bebê e os acidentes em casa. Saiba com evitá-los.

Agora que meu filho anda por todos os lados, quer pegar tudo o que está ao seu alcance, quais precauções devo tomar?

Quinta-feira, Julho 18th, 2019

O ideal é que você se coloque na altura do seu filho e observe o "mundo" sob o ponto de vista dele. Uma boa opção é colocá-lo para engatinhar por toda casa, somente assim você detectará onde estão os potenciais perigos. Por exemplo: as escada parecem uma montanha ideal para escalar, os objetos sobre a mesa são tesouros para alcançar, as portas da cozinha escondem um mundo interessante.


Sem entrar em paranoia, é claro que o aparentemente seguro refúgio - como deveria ser o seu lar, está cheio de perigos diferentes. Sempre terá um momento que se a criança ficar sem atenção, mesmo que seja por um minuto, este instante basta para que aconteça um acidente

 

Melhor prevenir do que remediar!


A melhor forma de evitar acidentes no lar é preveni-los. E não existe outra maneira a não ser advertir, constantemente, seu filho sobre o que pode acontecer. Talvez um bebê pequeno não esteja consciente dos riscos que pode ter, então cabe a você explicar a ele (ainda que seja por sinais) porque não pode encostar na porta do forno, ou colocar os dedos na dobradiça de qualquer porta, por exemplo.

 
Evidentemente a paternidade responsável é essencial a toda hora. Um bebê nunca deve ficar sozinho: seja na hora do banho, na mesa, no cadeirão ou no carro. E jamais deve estar sem supervisão em um quarto com uma janela aberta! Imediatamente, você já pensa no equipamento de segurança que precisa para sua casa: protetores de tomadas, portas ou grades para as escadas, prendedores para a porta do forno, protetores para as quinas da mesa, telas em janelas e varandas.


Dica: você mesma pode fazer protetores de portas cortando ao meio flutuadores espaguete - esses usados para aprender a nadar. Coloque-os, com pressão na borda, e pronto!

 

Previna acidentes em cada cômodo
 

  • Cozinha. Está cheia de perigos e é o lugar onde acontece quase 1/4 dos acidentes domésticos. Para evitar a asfixia, envenenamento e a ingestão de produtos tóxicos, coloque todos os objetos perigosos - como sacos de plástico, produtos de limpeza para o lar, facas e medicamentos fora do alcance da criança. Se for possível, armazene tudo em uma gaveta com chave ou em prateleiras altas para que seu filho não consiga alcançar. Quando cozinhar, os cabos das panelas e frigideiras devem estar para dentro do fogão. Ao dar de comer, prenda-o em sua cadeira e o mantenha longe de fontes de calor, como o fogão ou forno.
  • Quarto do bebê. Escolha uma cama firme e confortável, e não coloque mais do que um ou dois bichinhos de pelúcia. Até os 4 anos, as almofadas e mantas extras são desnecessárias. Um pijama de flanela e um lençol leve, são mais que suficientes.
  • Sala de estar e sala de jantar. Mesmo que você goste de ter porcelanas sobre sua mesa de centro, ou mesas laterais, o melhor é tirá-las. Verifique, também, se não há peças pequenas, que o bebê possa colocar na boca. Outro ponto importante: jamais deixe que seu bebê toque as pilhas do controle remoto. Além de poder engoli-las, causando asfixia, seus componentes químicos podem causar queimaduras severas em seu esôfago e traqueia. Evite acender velas e proteja as quinas dos móveis.
  • Banheiro. Coloque o shampoo e demais líquidos, potencialmente tóxicos, sobre uma prateleira alta. Coloque no chão um tapete antiderrapante e nunca deixe seu filho sozinho na banheira. Se tiver caixa de remédios deixe-a fechada com chave.
  • Jardim. Nunca deixe ferramentas ou produtos como fertilizantes, sabão, cloro ou mangueiras soltas. Se tem piscina, feche com chave a porta que dá acesso a ela e a mantenha sempre coberta. Seu filho só poderá ficar nesta área quando você, ou outro adulto, estiverem presentes.

 
 
Primeiros socorros

No caso de contusões, queimaduras leves, pancadas e cortes menores, mantenha sempre a calma. A maioria das lesões podem ser tratadas em casa. Aplique um pouco de desinfetante ou pomada, dê um grande beijo e pronto.


Para os casos mais graves, chame uma ambulância e, imediatamente, entre em contato com seu pediatra, para que ele diga o que você deve fazer enquanto isso. 


Leve seu filho diretamente para emergência quando:
 

  • Tenha sofrido um corte profundo, uma queimadura extensa ou se seu rosto for afetado.
  • Se o bebê colocou algo dentro do nariz ou ingeriu uma peça pequena.
  • Tenha caído de cabeça ou está se comportando de forma estranha, perdeu os sentidos ou estiver vomitando.
  • Tenha ingerido medicamentos ou produtos tóxicos. Independente do produto, nunca deve provocar vômito, pois se a substância sair de novo pode lacerar o esôfago. Identifique o que ele tomou e diga imediatamente ao médico que está cuidando do seu pequeno.

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

  • Aprenda sobre nutrição no seu próprio ritmo
  • Experimente ferramentas práticas, feitas sob medida
  • Obtenha a ajuda e as respostas que você precisa, sem perda de tempo
Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.