Gravidez
Artigo
Add this post to favorites

Perguntas Frequentes sobre Amamentação: uma roda de conversa com especialistas

0
0 avaliações

Esclareça suas dúvidas sobre o aleitamento materno com dicas de médicos, nutricionistas e psicólogos. Explore temas como 'leite fraco', alimentação durante a amamentação, e o impacto emocional na mãe e no bebê.

4mins para ler Fev 6, 2024

Nós sabemos que a Amamentação, um momento tão especial na vida de mães, pais e filhos, pode também gerar muitas dúvidas.

Pensando nisso, reunimos quatro especialistas em Aleitamento Materno para responder as perguntas mais frequentes sobre o assunto, de maneira multidisciplinar.

Existe "leite fraco"?

Ana Paula Sanches, Nutricionista: “Sempre digo que nasce um bebê, nasce uma mãe e muitas dúvidas sobre o mito do leite fraco. Leite fraco não existe. O que existe é a confusão do primeiro momento - do colosso - que é um leite mais claro. Mas não existe leite fraco, é uma confusão”.

Dra. Simone Ramos, Pediatra: “Não existe leite fraco. Existe um leite em quantidade menor nos primeiros dias de vida. Portanto, não adianta nós, como mães, ficarmos contando a quantidade de leite. O importante é que o bebê esteja hidratado”.

Como eu sei se o leite é suficiente para o bebê?

Thaís Lima, Enfermeira: “É importante termos em mente que a mãe vai produzir de acordo com o tempo que o bebê passa na mama. Quanto mais esse bebê sugar, mais essa mulher vai produzir. Mas temos que levar em consideração que o bebê não vai para o peito apenas para se satisfazer, encher a barriga”.

Dra. Simone Ramos, Pediatra: “O bebê nesse primeiro mês precisa sugar muito, precisa ficar mais tempo com a mãe. Ele (...) precisa mandar mensagem para o cérebro dele, fazer conexão com a mãe dele, que irá gerar acolhimento, segurança e de ser cuidado. Portanto, o bebê precisa ficar perto.

Neste momento que ele nasceu, ele ainda não sabe separar o que é dele e o que é da mãe dele. Para saber se o leite está suficiente, tem que observar o bebê: ele deve estar feliz, se alimentando, fazendo xixi, com a temperatura normal. O mais importante é saber que ele precisa sugar mais vezes neste início de vida dele”.

Depressão pós-parto pode atrapalhar a produção do leite humano?

Gabriela Malzyner, Psicóloga: "Acho que é importante nós termos a dimensão de que o baby blues é um processo não patológico. A gente não está falando de adoecimento. A gente está falando de uma experiência emocional que acompanha a mãe nas primeiras semanas, depois que ela ganha um bebê”.

Como identificar o início da depressão pós-parto?

Gabriela Malzyner, Psicóloga: “A intensidade dos afetos e a durabilidade. Qual é o tempo e a intensidade desse desafeto? É normal essa mãe estar mais vulnerável. E essa vulnerabilidade emocional é importante para que ela receba essa criança, e encontre esse novo bebê que surge.

A mãe empresta seu corpo para encontrar esse bebê que ainda, neste momento, está fusionado com ela. Ter uma rede de apoio é fundamental na sustentação dessa mulher, assim como a mãe tem de ser capaz de sustentar esse bebê. Por sustentar, significa acolhê-la, escutá-la e direcioná-la a um especialista, quando se faz necessário”.

Existe alguma restrição alimentar durante a amamentação?

Ana Paula Sanches, Nutricionista: “As mães não devem fazer restrição alimentar pois, até hoje, não temos evidências científicas de alimentos que aumentem a produção ou que façam diminuir as cólicas. É importante que essa mãe tenha uma rede de apoio no momento da alimentação e acompanhamento de um profissional de saúde, que cuide dela. Muitas vezes, a mãe deixa de comer para fazer outras coisas para o bebê e se esquece”. 

Quem pode doar leite humano?

Thaís Lima, Enfermeira: “É muito importante que a mulher tenha em mente que o fato de ela ser uma possível doadora não vai faltar (leite) para o bebê dela. Pois muitas pessoas acreditam que ‘se eu tirar meu leite, vai faltar para meu bebê’. Mas isso é um engano. A ideia é que mulheres saudáveis - e que não tenham problemas de saúde, como HIV, por exemplo - possam ser doadoras”.

“Para isso, elas precisam fazer o cadastro no banco de leite da cidade onde residem para receber uma série de orientações para que elas possam fazer o armazenamento seguro do leite”, completa a especialista. 

Existe limite para dar colo para o bebê?

Gabriela Malzyner, Psicóloga: “Dar muito colo não gera ‘manha’ no bebê. Pense que ele estava num ambiente absolutamente seguro e satisfeito. A experiência intrauterina é da não-necessidade. Tudo isso está dado, está pronto. Portanto, quando o bebê nasce, ele precisa ter um bom encontro, um encontro satisfatório com essa mãe, ou que faça essa função materna. Colo não estraga o bebê. Dá a ele a sensação de aconchego, cuidado e segurança para essa criança”.

Remédio para amamentação: eles funcionam?

Dra. Simone Ramos, Pediatra: "A questão dos galactogogos é muito polêmica. A cada dia, ela vem se mostrando que são pouquíssimos os remédios que vão aumentar leite. Na verdade, hoje a gente diz que não há nenhuma medicação validada que aumenta o leite. Então, o que aumenta o leite?”

Thaís Lima, Enfermeira: "O bebê mamar, ter um processo de sucção efetivo com certeza vai ocasionar no aumento da produção”.

Ana Paula Sanches, Nutricionista: "Uma boa alimentação da mãe é essencial, além do desenvolvimento do paladar do bebê, que começa ainda na gestação”.

Lembre-se: as dicas não substituem uma consulta médica. Procure um profissional de saúde para orientações individualizadas.

Dra. Simone Silva Ramos, Pediatra e Consultora Internacional em Amamentação

Dra. Simone Silva Ramos

Pediatra e Consultora Internacional em Amamentação

  • Médica pela Universidade Federal de Goiás
  • Pediatra Coordenadora do Departamento de Aleitamento da Sociedade Goiana de Pediatria
  • Membro do Comitê Científico em Aleitamento Materno da Sociedade Brasileira de Pediatria
  • Consultora internacional em aleitamento materno pelo IBCLC
  • Especialista em nutrição infantil pela Boston University
  • Especialista em Early Nutrition pela LMU de Munique
  • Mestranda em Health care management pela Must University
Gabriela Malzyner

Gabriela Malzyner

Psicóloga

  • Graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005);
  • Mestrado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2015);
  • Membro do departamento do Instituto Sedes Sapientiae;
  • Docente de formação em psicanálise do Centro de Estudos Psicanalíticos, professora no grupo de seminários clínicos do Centro de Estudos Psicanalíticos e coordenadora do núcleo de crianças do Centro de Estudos Psicanalíticos;
  • Consultora da equipe do centro de dificuldade do Instituto de Pesquisa PENSI.
Thais Lima

Thaís Lima

Enfermeira

  • Pós-graduada em Obstetrícia, pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER) 2013;
  • Graduada em Enfermagem pela Faculdade Anhanguera Educacional 2011;
  • Técnica em enfermagem pelo Colégio Técnico Enfermap 2006;
  • CEO e cofundadora Tirolí soluções Materno infantis - empresa na criação de produtos tecnológicos da área materno infantil;
  • Sócia da empresa Meu Maternar - empresa voltada na criação de produtos de aromaterapia da área materno infantil;
  • Palestrante em curso de cuidados com bebês recém-nascidos;
  • Hospital Unimed Piracicaba - Acreditação ONA nível III Cargo: Enfermeira Obstetriz.
Baby and Me

Ana Paula Sanches

Nutricionista

CRN: 13281

•    Formada em Nutrição pela Universidade Metodista de Piracicaba/UNIMEP em 2000;
•    Pós-graduada em Nutrição Esportiva (Universidade Marie Curie Paris VI - Paris);
•    Pós-graduada em Nutrição Clínica e Ortomolecular (FAPES - SP); 
•    Pós-graduada em Nutrição Materno-Infantil (Unyleya - EAD).

Pediatria Nestlé
rating review icon
Avaliações recentes

Média das avaliações

0
0
0 avaliações

Avaliações do momento

  • 5 star
    0
  • 4 star
    0
  • 3 star
    0
  • 2 star
    0
  • 1 star
    0

Adicione uma nova avaliação

Faça Parte do

MVP Logo

Tenha acesso aos benefícios!

  • Descontos

    Descontos

    Descontos exclusivos para você e seu bebê! Confira nossos parceiros! Descontos não aplicáveis para Fórmulas Infantis 0-12 meses

  • Conteúdos

    Conteúdos e Ferramentas

    Conteúdos especiais e Ferramentas interativas para te apoiar em toda a jornada!

  • Informação

    Teste Grátis Kinedu

    Acesse conteúdos sobre o desenvolvimento do seu pequeno no aplicativo Kinedu!

  • Especialistas

    Especialistas

    Tire suas dúvidas com um especialista preparado para te atender!

Search icon

Ainda não encontrou o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.