Feed icon
Programa Nutricional

Dicas para acalmar o lactente com desconforto gastrointestinal

Dicas para acalmar o lactente com desconforto gastrointestinal

4mins para ler Nov 9, 2017

Dicas para acalmar o lactente com desconforto gastrointestinal

Ver seu filho sofrer com os sintomas dos problemas gastrointestinais pode ser angustiante. Seja cólica, regurgitação, ou constipação, os problemas do sistema digestivo podem fazer com que ele chore inconsolavelmente. Embora essas situações sejam comuns nos primeiros meses de vida dos lactentes, se seu filho estiver chorando mais e com mais frequência que o normal e estiver mostrando sinais de desconforto, converse com seu o médico que o acompanha.

Se for confirmado que seu filho tem cólica, regurgitação ou constipação, aqui estão algumas maneiras para tentar ajudá-lo.

Checklist para minimizar problemas gastrointestinais: CÓLICA

Verifique a amamentação: peça que seu profissional de saúde avalie sua técnica de amamentação e relate para ele qual a frequência e quanto tempo dura a mamada e, como você o faz arrotar, mostre a postura que mantem o bebê nesse momento e conte quanto tempo aguarda e quanto tempo geralmente a lactente demora para arrotar.

Avalie a flora intestinal: Converse com o médico do lactente sobre como é a frequência de troca de fraldas, e questione sobre a flora intestinal do seu filho, estimulando uma conversa sobre o assunto. Afinal estudos científicos sugerem que uma flora intestinal saudável pode trazer alívio para o bebê, por diminuir os episódios de cólica.

Examine sua dieta: Acredita-se que a alimentação das mães lactantes pode interferir no comportamento dos lactentes. Observe as reações o os sinais do seu filho e sempre converse com seu médico ou nutricionista sobre a sua alimentação. Nunca realize alterações na sua dieta, sem a orientação de um especialista!

Mantenha a calma: lembre-se de que os episódios de coloca diminuem conforme seu filho crescer, e que essa fase não vai durar para sempre.

Mude a posição: experimente colocar a criança em diferentes posições, principalmente de bruços. Coloque-o com a barriga no seu colo, ou na posição “superbebê”, isso pode ajudar a aliviar o desconforto, devido a leve pressão na barriguinha dele.

Para se inspirar, consulte 5 atividades divertidas para a hora de ficar de barriga para baixo. 

Checklist para minimizar problemas gastrointestinais: REGURGITAÇÃO

Verifique a amamentação: peça que seu profissional de saúde avalie sua técnica de amamentação e relate para ele qual a frequência e quanto tempo dura a mamada.

Experimente técnicas diferentes: Observe e relate para o médico da criança, se o seu filho arrota, quando e como você o faz arrotar, mostre a postura que mantem o lactente enquanto o faz arrotar e conte quanto tempo aguarda e quanto tempo geralmente, o lactente, demora para arrotar. Ele pode lhe ensinar alguns truques!

Mantenha seu filho na vertical: depois de alimentá-lo, deixe fazer a digestão (e conte com a ajuda da gravidade, para manter o alimento no estômago). Colocá-lo verticalmente sobre seu ombro pode reduzir as chances de que o volume ingerido retorne a boca, ou seja, que regurgite.

Evite pressionar o estômago da criança: após a alimentação, certifique-se de que não há nada pressionando a barriguinha do seu filho. Se possível, evite prendê-lo em bebês-conforto ou nas cadeiras de balanço nesse período.

Prepare-se: proteja suas roupas com um pano. Tenha sempre à mão um lenço ou uma fralda de boca, além de uma troca de roupa para ele.

Checklist para minimizar problemas gastrointestinais: CONSTIPAÇÃO

Fale sobe o assunto: converse com seu profissional de saúde sobre qualquer temor ou preocupação. Embora, seja bem comum a constipação se resolver sozinha.

Avalie a flora intestinal: Converse com o médico do lactente sobre como é a frequência de troca de fraldas, e questione sobre a flora intestinal do seu filho, estimulando uma conversa sobre o assunto. Afinal estudos científicos sugerem que uma flora intestinal saudável pode trazer alívio para o bebê, por diminuir os episódios de constipação.

Toque suave: massagear gentilmente a barriga da criança pode proporcionar um efeito relaxante que pode ajudar.

Recomendação médica: se seu filho continuar a apresentar dificuldade para defecar, converse com seu médico sobre os possíveis tratamentos para constipação.

Última revisão: abril de 2017

Referências:

  • American Academy of Pediatrics. Back to sleep, tummy to play. 2011. Disponível em: https://www.healthychildren.org/English/ages-stages/baby/sleep/Pages/ba…

  • Benninga MA, Nurko S, Faure C et al. Childhood functional gastrointestinal disorders: Neonate/toddler. Gastroenterology 2016; 150:1443-55.

  • Centers for Disease Control and Prevention. Disponível em: https://www.cdc.gov/sids/data.htm