MyFeed Personalized Content
0 a 5 meses
Artigo
Add this post to favorites

Tenho rachaduras, posso continuar amamentando meu bebê?

Aprenda como cuidar e/ou prevenir as rachaduras nos mamilos

3mins para ler Jul 15, 2019

A amamentação é um ato de amor onde a mãe cria uma conexão muito especial com o seu pequeno. Além de todos os benefícios do leite materno, a amamentação é um momento que a mãe percebe a potência e força do seu corpo. Durante nove meses ele foi morada para o desenvolvimento do seu filho e agora ele é capaz de prover o melhor alimento que há para ele. 

Logo que nasce, o bebê já tem o reflexo primitivo de ir em busca do alimento e sabe onde encontrar. Ao ser encostado nos seios, ele já acalma e quer começar logo a sugar. Mas, para que esse processo não seja dolorido para a mãe, é preciso que ele aprenda a pega correta. Quando isso não acontece, pode causar rachaduras e machucados nos seios, causando muita dor. Esse é um dos motivos que muitas mães abandonam a amamentação nos primeiros meses de vida do bebê. 

Para saber se o seu bebê está fazendo a pega correta, veja as dicas abaixo!

Aprenda como cuidar e/ou prevenir as rachaduras nos mamilos

Pega correta: amamentação não precisa ser dolorida

Normalmente, a pega incorreta e que causa dores nos seios é quando bebê suga apenas o mamilo. Saiba abaixo como certificar-se que ele está fazendo a pega correta.

  • A barriga do bebê e da mãe precisam estar alinhadas;
  • A boca do bebê precisa estar aberta o suficiente para cobrir a maior parte da auréola;
  • Os lábios do bebê devem estar evertidos, ou seja, virados para fora;
  • O queixo do bebê deve estar encostado no seio da mãe, deixando o nariz livre para respirar;
  • Ao retirá-lo do peito, muitas vezes é possível ver a postura da língua, que deve estar envolvendo o mamilo como um rolinho.


Amamentação sem dor: saiba o que fazer para aliviar o incômodo da pega incorreta

Uma pega incorreta durante a amamentação do seu bebê pode causar uma pressão inadequada e rachar um ou ambos mamilos. Ainda que esses problemas não interfiram no processo de amamentação, pode ser doloroso para você. Para amenizar e até mesmo sarar essas fissura, siga as dicas abaixo:

  • Aplique seu próprio leite sobre as fissuras e deixe secar ao ar livre;
  • Tente não oferecer este peito entre dois e quatro dias. Você pode fazer extrações com a ajuda de uma bombinha de leite a cada três ou quatro horas;
  • Se os incômodos aparecerem com frequência ou intensidade, consulte um especialista em amamentação para ajudar a resolver o problema e tornar esse momento prazeroso para o seu bebê e você. Lembre-se que o Aleitamento Materno não deve ser doloroso;
  • Uma alimentação equilibrada, hidratação adequada e um acompanhamento pré-natal aumentam as chances de uma amamentação bem-sucedida.