MyFeed Personalized Content
0 a 5 meses
Artigo
Add this post to favorites

Por que o meu bebê regurgita depois de tomar o leite materno?

Descubra qual é a causa da regurgitação do bebê e o que você pode fazer 

2mins para ler Jul 12, 2019

Durante os primeiros meses de vida é extremamente comum que os bebês regurgitem o leite: lembre-se que seu sistema digestivo está amadurecendo e alguns bebês podem demorar mais para se adaptar.

Quando o seu bebê toma leite, este passa pela garganta para ir até o esôfago e termina no estômago. Entre estes dois últimos órgãos está presente o esfíncter esofágico inferior, um anel que se encarrega de abrir e fechas as “portas” para o estômago, uma vez que o alimento foi ingerido. 
 
Às vezes, os bebês nascem com muito pouca força nestes esfíncteres e não conseguem fechá-los por completo, fazendo com que o pequeno regurgite o leite que tomou.

Para evitar que seu bebê regurgite depois de mamar, algumas medidas podem ajudar:

  • Mantenha-o na posição vertical pelo menos meia hora depois da alimentação.
  • Assegure-se que seu bebê não esteja usando nada que exerça pressão em seu estômago, como roupas apertadas na cintura ou cintos de segurança da cadeira do carro.
  • Não se esqueça de ajudar o seu bebê a arrotar depois de cada mamada! O ar que os bebês podem engolir durante a mamada provocam bolhas em seu estômago, que precisam ser expulsas, pois podem abrir novamente o esfíncter, causando a saída do leite contido no estômago.


É importante ficar atento ao estado geral do seu filho. Se ele estiver tranquilo, confortável, crescendo adequadamente e sem problemas para respirar, normalmente se trata de uma regurgitação normal do bebê. Caso contrário, se apresentar outros sintomas como mal-estar geral, choro ou vômito constante por mais de 1 dia, é importante consultar o pediatra, para que ele possa avaliar o seu pequeno e encontrar a causa desse problema.