CSS - followUS_icons

CSS_Brands_Megadropdown menu

CSS - BabyandMe POPIN

CSS - Benefits

CSS - Nutritional-Program

CSS GERAL MUCILON PRODUCTS

esconder navegacao

estilo para links e listas

esconder rendimento e cooking time

Compartilhar Artigo
X

Mordida de criança: como parar com esse hábito do seu filho

Uma das reclamações mais frequentes nas agendas de crianças de creches e pré-escolas é de que ou a criança mordeu ou foi mordida pelo coleguinha.

Quinta-feira, Março 25th, 2021

A mordida de criança é um problema muito comum nas fases iniciais da primeira infância, que giram em torno de 1 a 3 anos de idade. Isso se deve ao fato de que a criança, ainda com dificuldades de se comunicar com palavras, demonstram sua insatisfação, tristeza ou indignação com gestos, geralmente brutos, como arremessar brinquedos e morder, já que a boca é considerada pela criança um instrumento de defesa potente, pois consegue dominá-la e articulá-la com facilidade. Como ainda não sabe gerenciar suas emoções, crianças nessa faixa etária buscam morder para se defender ou protestar contra algo que não gostaram. Mesmo sendo comum, a mordida é um hábito que pode ser freado. Entenda o que fazer com o seu filho nessa situação.

 

Incentive seu filho a se comunicar

Como para a criança a mordida é um modo de se comunicar, é necessário instruir o seu filho de que a linguagem é a melhor saída para expressar o que se quer. Entenda por que ele mordeu a pessoa e explique que ele se sairia melhor se falasse o que não gostou ou o que o deixou ofendido ou magoado. Incentive a criança a se comunicar com palavras, não com gestos agressivos. Isso inclusive faz parte do desenvolvimento cognitivo da criança e a comunicação verbal deve ser encorajada.

 

Diga ao seu filho que morder é errado - quantas vezes forem necessárias

É importante dizer a criança que o que ele fez foi uma agressão, algo que machuca, que dói, que faz o amigo ou familiar se sentir ferido e magoado e que ele não gostaria que fizessem isso com ele. Ao falar isso, você exercita duas coisas na criança: o respeito pelo próximo e a empatia, que é o ato de se colocar no lugar do outro. Porém, na maioria das vezes, falar apenas uma vez poderá não ser o suficiente. Repita que morder é errado quantas vezes forem necessárias, sempre repreendendo ele e jamais lidando com o fato com naturalidade ou de forma engraçada, como “coisa de criança”.

 

Estabeleça um contato com a criança mordida

Se a situação acontecer na sua frente, antes mesmo de repreender seu filho, procure acolher a criança que foi agredida. Primeiro, porque ela é a vítima da situação e quem precisa de cuidados no momento, mesmo que para um adulto a agressão pareça ínfima. Segundo, para que seu filho entenda que a pessoa que deve receber atenção e cuidado será sempre a agredida, nunca o agressor. Estimule seu filho a se desculpar e mostre que ele é uma vítima de um sofrimento que ele causou. O impacto de mostrar à criança as consequências de seus atos também é importante para frear o impulso de morder.

 

Ler mais

Faça Parte do Clube dos Meus Primeiros 1000 dias

Tranquilidade na maternidade a apenas um clique de distância. Faça parte.

Conteúdo relacionado
As mães comentam este artigo0/5
Buscar

Ainda não encontrou
o que você estava procurando?

Experimente o nosso novo e inteligente mecanismo de busca. Nós sempre teremos algo para você.