MyFeed Personalized Content
1 a 3 anos
Artigo
Add this post to favorites

Febre em criança: saiba quais as possíveis causas e quando deve procurar ajuda médica

Entenda como lidar com a situação e o momento certo de procurar ajuda médica.

2mins para ler Abr 20, 2021

A febre em criança é um dos motivos mais comuns das preocupações dos pais com relação aos filhos. Em crianças pequenas, ela costuma ser constante, já que elas ainda estão constituindo seu sistema imunológico. Por ser um sintoma que ocorre com frequência, a preocupação dos pais costuma ser não só a causa da alta temperatura corporal, mas também quando é a hora de levar a criança com febre a um pronto-socorro ou de ligar para o pediatra.

Infecções respiratórias e viroses são as maiores causas da febre infantil

A febre é sempre resultado de um processo infeccioso ou inflamatório, que funciona como um alerta de que algo no organismo não está correndo bem, e o aumento da temperatura ocorre para que o corpo tenha condições de se defender dos germes invasores. Em crianças pequenas, as principais causas do sintoma são infecções respiratórias das mais diversas, como gripes, resfriados, bronquiolites, sinusites, rinites e afins - até os cinco anos de idade, as crianças são muito suscetíveis a esse tipo de doença. As viroses no geral também são muito comuns. Além destas, reações a vacinas e otites são outras causas frequentes do sintoma.

Febre infantil: quando se preocupar?

Para os pais, a criança com febre é sempre preocupante, mas é imprescindível lidar com o sintoma de forma racional e sem desespero. Se a temperatura corporal da criança não atingir mais do que 37,8 °C, ou não apresentar irritação, enjoo ou afins, o ideal é tratar a febre de forma caseira. Banhos mornos, por exemplo, podem ajudar, mas sempre rápidos, a fim de evitar tremores e causar ainda mais desconforto na criança. O banho frio não é recomendado, porque pode causar choque térmico.

Porém, se a criança estiver muito abatida, é hora de consultar um pediatra. Outros sinais de que a ajuda médica deve ser procurada é quando a febre é acompanhada de dores de cabeça, vermelhidão ou muito incômodo, irritabilidade excessiva ou até mesmo se ela estiver respirando rápido demais (mais de quarenta respirações por minuto em crianças de até cinco anos). Se quaisquer destes sintomas ocorrerem, leve a criança a uma emergência o quanto antes.