MyFeed Personalized Content
1 a 3 anos
Artigo
Add this post to favorites

A importância de comer em família

0
0 reviews

A refeição é um ato social. Quando seu bebê participa da hora da refeição em família, ele aprende através da observação e imitação dos que o rodeiam, a ter bons hábitos e a desfrutar de uma alimentação saudável.

3mins para ler Jul 19, 2019

Veja a importância de comer em família


A partir de 1 ano, os bebês começam a ter um maior desenvolvimento dos aspectos sociais e imitam muitos comportamentos dos adultos, por isso é muito importante que, através do exemplo, o ajude a ir aprendendo bons hábitos alimentares e inclusive de comportamento.

Aprendendo a comer e a conviver


À medida que seu pequeno cresce, aprende a comer, tanto no aspecto técnico (já pode mastigar alimentos mais duros e reconhecer diferentes sabores), como a parte social, quando compartilha a mesa com o restante da família. 
 
É muito recomendável que todos em casa comam juntos ao menos uma vez por dia. As crianças gostam de se sentir integrados e ser parte de um grupo. A refeição é um ato social e ao observar, seu pequeno aprende com o exemplo e se interessa pelo que os outros comem.
 
Além disso, se acostumará a uma alimentação mais variada e completa, com diferentes pratos.
 
Da segurança de sua cadeirinha, seu filho poderá se sentir um a mais, experimentar alimentos e mostrar suas preferências, com o plus de que você poderá comer ao seu lado com tranquilidade e cuidar caso ele precise de ajuda.
 

10 dicas para que todos desfrutem a hora da refeição:
 

  • As crianças gostam de comer em companhia. Não isole o seu pequeno dando a comida antes ou depois do restante da família.
  • A televisão, aparelhos eletrônicos, brinquedos ou qualquer outra distração enquanto comem não é o ideal, nem para seu pequeno, nem para os adultos. É melhor promover uma alimentação consciente.
  • Incluir seu pequeno na dieta familiar significa oferecer a ele o mesmo que os outros comem, adaptado à sua idade e necessidades. A ideia é que aprenda a comer o cardápio da casa e uma variedade de alimentos, nem sempre o mesmo.
  • Lembre-se que sua dieta deve incluir, ao menos, um alimento de cada grupo (proteínas, cereais, frutas e vegetais) no café da manhã, almoço e jantar. A ideia é conseguir o equilíbrio adequado entre saúde e nutrição, além de oferecer a ele uma variedade de sabores e texturas.
  • Permita que seu pequeno use a colher e o incentive a usar o copinho de treinamento. Ele se sentirá grande e orgulhoso. 
  • Se ele se sujar ou jogar comida não precisa brigar com ele, lembre-se que ainda está aprendendo e que a hora da refeição deve ser um processo agradável. 
  • Os especialistas em nutrição sugerem que os pequenos façam cinco refeições leves por dia, ao invés de três abundantes como os adultos estão acostumados. 
  • É importante também que comam sempre na mesma hora, e que estes horários sejam regulares na medida do possível.
  • Se for difícil fazer coincidir os horários de toda família, tente fazer alguns ajustes: adiante a hora do jantar ou acorde mais cedo para tomarem café da manhã juntos.
  • Por fim, lembre-se: o importante não é que coma mais, e sim que coma melhor e, sobretudo, que aprenda a desfrutar da comida.